TOMAZ MORAIS FALA DE SEVENS

TOMAZ MORAIS COM UMA CLAREZA E SIMPLICIDADE PRÓPRIAS dos que verdadeiramente sabem o que fazem e o que querem, fala ao Mão de Mestre sobre a participação portuguesa no Londres 7’s e no Edimburgo 7’s.

Pedimos a Morais um comentário sobre a participação no torneio de Londres, com especial referência aos ensaios sofridos em fim de jogo, as transformações falhadas e a estreia de Joe Gardener.

Veja a nossa equipa pelos olhos de Tomaz Morais.

A nossa selecção estevem em bom plano competitivo durante os dois dias de prova, foi a defender que se notaram as principais melhorias colectivas e individuais, apesar de concedermos ainda alguns ensaios facilitados.

Marcamos excelentes ensaios colectivos mas nalguns momentos não soubemos tomar a decisão acertada em função da defesa adversária.

O facto de não termos sabido explorar convenientememte as situações de superioridade númerica custou-nos caro, pois desaproveitámos o momento em que podiamos ter morto os jogos e acabamos por sofrer ensaios mesmo nos ùltimos segundos.

De qualquer forma a atitude e rugby praticado foram de qualidade, estamos orgulhosos do desempenho da equipa.

As transformações foram outro grande problema e que não é habitual, já conversámos internamente e vamos melhorar no próximo torneio.
Os postes não querem nada com Portugal…

Joe é um grande jogador e como tal revelou todas as suas capacidade com elegância como é habito.
Adaptou-se e compreendeu rapidamente o sistema de jogo, magnifica a forma como olhou tácticamente para o jogo.
Surpresa foi o facto de fisicamente ter aguentado praticamente todos os jogos sem evidenciar sinais de grande fadiga.
Precisa de mais situações competitivas de altíssimo nivel como estas para evoluir.

Para a Escócia, estamos com intenções de melhorar o que correu mal em Londres e fizemos ainda algumas daptações tácticas para sermos mais consistentes durante os 14 minutos.
Geralmente é um torneio que não nos corre muito bem em termos de resultados desportivos, queremos inverter…

Ainda não treinámos no campo devido ao desgaste apresentado pela maioria dos jogadores.
Vamos recomeçar hoje!

O Sebastião da Cunha regressou a Portugal devido as suas obrigações profisssionais e chegou ontem o Veltioven Tavares para o substituir.

Foto: António Lamas

VOLTAR A PÁGINA INICIAL
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: