SENHORAS E SENHORES, OS LINCES!

COM UMA VOLUMOSA VITÓRIA SOBRE A TAILÂNDIA POR 50-0, como há muito a equipa portugesa não fazia – para ser mais preciso desde o jogo com a Roménia no Europeu do ano passado em Hanover (69-0) – o apuramento para disputar a Bowl estará garantido?

Para saber se este cabaz foi suficiente, vamos ter que esperar pelo último jogo da primeira fase.

Mas que os Linces fizeram o que deviam, disso não restam dúvidas.

Veja a folha do jogo.

O APURAMENTO

Como se apuram as 24 equipas, divididas na primeira fase em seis grupos de quatro, para disputar, na segunda fase, as três competições a eliminar?

Como sabem, essas competições são a Cup, a Bowl e a Shield.

Cada uma destas três provas se disputa por oito equipas.

Para a CUP apuram-se as seis vencedoras dos grupos, e as duas melhores segundas classificadas.

Para a Bowl classificam-se as restantes quatro equipas classificadas na segunda posição de cada grupo e as melhores quatro terceiras classificadas.

E para a Shield seguem as restantes oito equipas. Ou seja, as duas piores terceiras classificadas dos grupos e as seis colocadas nas últimas posições.

Veja o quadro e tente entender. Vai conseguir – também não é assim tão difícil – e vai perceber porque é que somente após o último jogo se sabe como as equipas se dividem, pois um ensaio a mais ou uma transformação a menos, pode significar o apuramento para uma competição diferente.

VOLTAR A PÁGINA INICIAL

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: